Lobas também choram! A trilogia da dor de Shakira

Gambe4Women
4 min readJan 16, 2023

Autora: Mariana Fernandes

Shakira está fazendo uso de sua arte não apenas para dar um recado para o seu ex, mas também para manifestar o seu sofrimento em etapas e sem filtros. Numa sociedade onde nós mulheres somos ensinadas a simular felicidades irrealistas e sofrer em silêncio, escancarar nossas feridas sem medo de julgamentos é um ato de coragem.

Já faz tempo que eu ativei o detox desse universo monogâmico tóxico repleto de inseguranças, traições e dependência emocional que moldam socialmente nossos afetos. De todo modo, todos nós fomos ou somos afetados de alguma forma pela monogamia compulsória, seja pela forma como amamos e queremos ser amados, seja pela forma como sofremos por amor. Ninguém é tão desconstruído e evoluído emocionalmente que já não tenha amargado a dor de cotovelo de uma rejeição ou de uma ruptura de relação, nem mesmo uma diva como a Shakira.

A trilogia musical da Shakira é uma sofrência visceral dançante com ritmos que vão do pop ao bachata até o techo/funk. Nesses três hits explosivos cantados em espanhol e ilustrados em clipes com cores vibrantes, Shakira mostra as diferentes fases de sua desilusão amorosa com o ex-marido Gérard Piqué, pai de seus 2 filhos.

No 1° hit “te felicito” realizado com Rauw Alejandro e lançado em abril de 2022, logo após sua separação, Shakira chama o ex de mentiroso e o parabeniza por ser um ótimo ator. Nessa fase, Shakira está despedaçada, desenganada e frustrada com a traição que levou o fim do casamento de 11 anos.

No 2° hit “monotonía” realizado com Ozuna e lançado em outubro de 2022, Shakira diz para o ex que ele a deixou por conta de seu narcisismo e que o amor dela por ele não havia morrido, mas que ela se amava mais. Nessa fase, Shakira parece viver uma das fases mais dramáticas de sua separação. No clipe dessa música ela leva um tiro de bazuca no peito e depois se rasteja no chão para recuperar o seu coração que ainda pulsa. Em seguida, ela o leva até um cofre e o tranca.

O 3° hit da trilogia se chama “Music sessions #53”e conta com a mixagem de Bizarrap. A música foi lançada há 3 dias e já está no topo das músicas latinas mais ouvidas no Spotify. Essa música é uma pancada de ritmo, de autoestima e de afirmações dirigidas tanto ao ex de Shakira quanto à sua atual namorada de 23 anos com quem seu ex mantém uma relação desde quando ainda estava casado com a cantora. Nessa música, Shakira com seus 45 anos de pura beleza e charme, ironiza dizendo que ela vale por duas de 22. E que uma Loba [She wolf] como ela não havia sido feita para novatos como o seu ex, que tem 10 anos a menos que Shakira.

Nessa atual versão, Shakira ressurge das cinzas e reaparece fortalecida, debochada e monetizando ainda mais com a sua sofrência. E é exatamente nessa fase gloriosa de sua carreira que os reacts sobre sua postura se polarizam. “Ressentida”, “rancorosa” e “vingativa” são os adjetivos mais utilizados para definir a “ira” de Shakira que não poupou nem a sogra na sua última música. Tem feminista apelando para a sua falta de sororidade e dizendo que ela está perdendo o foco de sua mensagem ao rivalizar com as mulheres em torno do seu ex.

Sem querer entrar no mérito de que nossas dores são processos individuais, o que realmente incomoda nas pessoas não é a abordagem da Shakira. Definitivamente não é! É porque é muito mais aceitável ver uma mulher dilacerada e aos frangalhos à procura dos seus pedaços no chão, tal como ela retrata no seu 2° clipe do que ver uma mulher erguida e expondo o quão gigante ela é frente a masculinidade frágil de quem lhe prometeu exclusividade.

Shakira não está se rebaixando ou se diminuindo, ela está cicatrizando e fechando suas feridas à sua maneira, e o melhor, lucrando com isso. Porque como ela mesma disse “as mulheres já não mais choram, as mulheres faturam”. E eu como uma grande fã, estou acolhendo e rebolando a cada uivada dessa Loba.

https://youtu.be/4I25nV9hXGA

https://youtu.be/j5y6xLpRwx4

https://www.youtube.com/watch?v=CocEMWdc7Ck

https://www.youtube.com/watch?v=booKP974B0k

--

--